Como é o pós-operatório da cirurgia de implante coclear?

O implante coclear é um dispositivo eletrônico que substitui a função das células ciliadas do ouvido interno, permitindo que pessoas com surdez profunda ou severa possam ouvir sons. Embora a cirurgia para colocação do implante coclear seja um procedimento geralmente seguro e eficaz, o período pós-operatório requer cuidados específicos para garantir uma recuperação tranquila e sem complicações. Leia nosso artigo sobre implante coclear e perguntas para acabar com suas dúvidas.

Cuidados pós-operatórios e recomendações para recuperação.

A cirurgia de implante coclear é realizada sob anestesia geral e tem duração média de duas horas e meia. Após o procedimento, o paciente geralmente permanece internado por um ou dois dias, dependendo de sua evolução clínica. Uma semana após a alta, é necessário retornar ao consultório médico para a retirada dos pontos e avaliação da cicatrização. Para saber mais sobre a cirurgia de implante coclear, clique no link.

Veja alguns tópicos que separamos para um melhor entendimento sobre o pós-operatório da cirurgia de implante coclear.

Imediatamente após a cirurgia:

  1. Internação e monitoramento: O paciente é monitorado no hospital por até dois dias, tempo necessário para observar a recuperação inicial e garantir que não haja complicações.
  2. Alívio de sintomas: É comum sentir algum desconforto, inchaço, hematoma ou sensação de pressão na região operada. Analgésicos e anti-inflamatórios podem ser prescritos para aliviar esses sintomas. É crucial não coçar ou tocar na ferida cirúrgica para evitar infecções ou deslocamento do implante.

Primeiras horas e dias:

  1. Recuperação da anestesia: Ao acordar da anestesia, pode haver desorientação e sonolência, e, em alguns casos, náuseas ou vômitos. Repouso é essencial nas primeiras horas após a cirurgia para ajudar na recuperação.
  2. Cuidados com a incisão: A cabeça deve ser mantida elevada para reduzir o inchaço e facilitar a cicatrização. Movimentos bruscos e atividades físicas intensas devem ser evitados nas primeiras semanas.
  3. Proteção da área operada: Evite exposição ao sol, calor excessivo, umidade ou poeira. O uso de chapéus, lenços ou faixas pode proteger a área operada. É importante lavar os cabelos com cuidado, utilizando xampu neutro, e evitar o uso de secadores de cabelo. O curativo geralmente é removido cerca de dois dias após a cirurgia, sendo fundamental evitar molhá-lo até sua remoção.

Cuidados adicionais:

  1. Dieta e hidratação: Manter uma dieta leve e equilibrada é importante. Alimentos muito quentes, duros, ácidos ou condimentados devem ser evitados. A hidratação adequada ajuda na recuperação geral e na eliminação de possíveis secreções.
  2. Higiene e cuidados gerais: É importante manter boa higiene auditiva, limpando as orelhas com cuidado usando um cotonete ou gaze umedecida em soro fisiológico. Fones de ouvido e aparelhos auditivos convencionais devem ser evitados para prevenir interferências no implante.
  3. Evitar substâncias prejudiciais: O consumo de álcool, tabaco e outras substâncias deve ser evitado, pois podem interferir na cicatrização e na adaptação ao implante coclear.

Atividades e recuperação:

  1. Repouso e retorno às atividades: Recomenda-se repouso relativo em casa por cerca de 15 dias, evitando situações de estresse e exposição a ruídos excessivos. Atividades de trabalho devem ser interrompidas por pelo menos sete dias e atividades físicas e esportivas podem ser retomadas aproximadamente um mês após o procedimento.

Acompanhamento e reabilitação:

  1. Consultas de acompanhamento: É fundamental comparecer às consultas de acompanhamento com o médico e o fonoaudiólogo, que irão avaliar a evolução do pós-operatório e programar a ativação do implante.
  2. Ativação do implante: A ativação do implante coclear ocorre cerca de um mês após a cirurgia. Nessa fase, o fonoaudiólogo ajusta os parâmetros do processador de som, que capta os sons externos e os transmite ao implante por meio de um ímã. Até esse momento, o aparelho permanece desativado.
  3. Reabilitação auditiva: Participar de um programa de reabilitação auditiva é essencial para se adaptar ao implante. O fonoaudiólogo orienta sobre o uso e a manutenção do implante coclear, além de estimular o desenvolvimento das habilidades auditivas e da linguagem.

Compreender como os procedimentos médicos são realizados, especialmente aqueles aos quais você pode precisar se submeter, é de grande importância para garantir uma recuperação eficaz e uma escolha segura do médico responsável pelo seu tratamento e acompanhamento. Informar-se adequadamente sobre o processo ajuda a aumentar a confiança na equipe médica, permite um preparo físico e mental mais adequado, e contribui significativamente para uma recuperação tranquila e sem complicações.

O Dr. Joel Lavinsky é um renomado especialista em cirurgias do ouvido e da base do crânio, com uma extensa carreira dedicada à otorrinolaringologia em Porto Alegre. Com anos de experiência, ele se destaca pela competência e pela dedicação ao bem-estar de seus pacientes, oferecendo cuidados de alta qualidade e tratamentos personalizados para promover a recuperação da saúde auditiva e a melhoria da qualidade de vida.

Para um atendimento especializado e focado em suas necessidades, agende sua consulta com o Dr. Joel Lavinsky pelo telefone ou WhatsApp (51) 3332-0032 e inicie sua jornada rumo a uma vida com mais saúde e bem-estar.

Este texto contém 816 palavras e o tempo de leitura estimado é de aproximadamente 4 minutos.

Entre em contato conosco