Zumbido no ouvido – Causas e tratamentos

A audição desempenha um papel crucial na qualidade de vida. Pacientes que sofrem de zumbido no ouvido, antes de serem submetidos à cirurgia de implante coclear, podem experimentar uma melhora significativa após o procedimento. No entanto, é fundamental enfatizar que nem todos os casos de zumbido necessitam de intervenção cirúrgica. A decisão de realizar uma cirurgia deve ser tomada por um médico especialista em Otologia. Além disso, muitas vezes o zumbido pode ter outras causas subjacentes que precisam ser cuidadosamente investigadas para garantir que o tratamento mais adequado seja recomendado. 

O que é o zumbido no ouvido?

O zumbido é um som que ocorre dentro do canal auditivo do paciente, sem a presença de estímulos externos como impulsos ou vibrações. A percepção do zumbido varia entre os indivíduos, podendo ser semelhante a um apito, um chiado ou até mesmo ao som de insetos voando, dependendo do caso.

Diversas situações podem desencadear ou agravar o zumbido, incluindo mudanças climáticas, a transição entre deitar-se e levantar-se, além de episódios de estresse. Em alguns casos, o zumbido pode se tornar crônico, resultando em um som constante. Além de ser incômodo, o zumbido pode confundir e desorientar a pessoa, afetando negativamente o sono, o humor e o bem-estar geral.

Quais são as principais causas do zumbido no ouvido?

Embora em quase 90% dos casos as causas do zumbido estejam associadas à perda auditiva, especialmente em pessoas idosas, o zumbido pode afetar indivíduos de diferentes faixas etárias e ter uma variedade de fatores desencadeantes. Além da perda auditiva, outras causas potenciais incluem estresse, inflamações ou infecções no corpo, efeitos colaterais de certos medicamentos, febre, dores de cabeça, excesso de cera no ouvido, lesões no ouvido, problemas na coluna, alterações no sistema cardiovascular, sintomas de diabetes e alterações nas articulações da mandíbula. Questões relacionadas à alimentação, como o consumo excessivo de cafeína, álcool e tabaco, também podem desencadear crises de zumbido, que podem ocorrer em um ou ambos os ouvidos.

Quais são os tratamentos para casos de zumbido no ouvido?

Para muitos dos casos de zumbido relacionados à perda auditiva, é fundamental consultar um médico otorrinolaringologista para obter um diagnóstico preciso e a indicação do tratamento adequado. Nos casos em que o zumbido não está diretamente ligado à perda auditiva, é importante procurar médicos especialistas nas áreas correspondentes para investigar as causas subjacentes e aplicar o tratamento mais eficaz.

Como evitar zumbido no ouvido?

Em muitas situações, algumas atitudes do paciente podem contribuir significativamente para a melhora ou diminuição da sensação de zumbido, especialmente quando a questão não está relacionada à perda auditiva. Manter uma rotina de exames regulares e consultas médicas para um check-up geral da saúde é fundamental para prevenir ou tratar precocemente qualquer alteração que possa surgir.

Alguns hábitos que podem ajudar incluem:

  1. Hidratação adequada: Certifique-se de consumir a quantidade correta de água diariamente.
  2. Alimentação equilibrada: Mantenha uma dieta saudável e balanceada.
  3. Controle da pressão arterial: Monitore regularmente a pressão arterial.
  4. Sono adequado: Estabeleça uma rotina de sono regular e de qualidade.
  5. Atividade física regular: Pratique exercícios físicos de forma consistente, com acompanhamento profissional.
  6. Exposição a ruídos: Evite a exposição prolongada a ruídos altos, tanto no trabalho quanto nos momentos de lazer.

Se, mesmo adotando esses cuidados, você ainda sentir a presença de zumbido, é recomendável procurar um médico otorrinolaringologista para uma avaliação mais detalhada.

O implante coclear pode ajudar nos casos de zumbido no ouvido?

Pacientes que relatam zumbido no ouvido antes da realização da cirurgia de implante coclear geralmente experimentam uma melhora significativa após o procedimento. Para saber mais sobre os possíveis efeitos colaterais da cirurgia de implante coclear, leia o post sobre os riscos da cirurgia do implante coclear.

Estudos têm demonstrado uma melhoria substancial na condição de zumbido entre os pacientes que a relataram antes da cirurgia. No entanto, é essencial que cada caso seja avaliado de forma individualizada para que se possa chegar a um diagnóstico preciso e propor um tratamento específico para a situação relatada.

Algumas pessoas ainda podem sentir zumbido durante o período pós-operatório, devido à manipulação de algumas das estruturas do ouvido. Essa queixa tende a diminuir com o tempo, especialmente com a ativação e o uso contínuo do implante coclear.

Para determinar a causa do seu zumbido no ouvido e o tratamento mais adequado, incluindo a possibilidade de um implante coclear, é fundamental consultar um médico de confiança. Mesmo que você não perceba o zumbido, é importante procurar um especialista em otorrinolaringologia ao notar qualquer alteração na sua audição. Manter um acompanhamento regular com um profissional de saúde é essencial para identificar e tratar precocemente quaisquer problemas auditivos.

O Dr. Joel Lavinsky é um renomado especialista em cirurgias do ouvido e da base do crânio, com uma extensa carreira dedicada à otorrinolaringologia em Porto Alegre. Com anos de experiência, ele se destaca pela competência e pela dedicação ao bem-estar de seus pacientes, oferecendo cuidados de alta qualidade e tratamentos personalizados para promover a recuperação da saúde auditiva e a melhoria da qualidade de vida.

Para um atendimento especializado e focado em suas necessidades, agende sua consulta com o Dr. Joel Lavinsky pelo telefone ou WhatsApp (51) 3332-0032 e inicie sua jornada rumo a uma vida com mais saúde e bem-estar.

Este texto contém 870 palavras e o tempo de leitura estimado é de aproximadamente 4 minutos.

Entre em contato conosco